Parlamento da Catalunha aprova resolução para declarar independência

Apesar de trechos mais contundentes, o texto é muito amplo, segundo o jornal local “La Vanguardia”. Já o “El País” chama a resolução de “confusa”.
Puigdemont pediu que a luta pela independência seja pacífica. “Virão horas em que precisaremos manter o pulso deste país, mas mantê-lo principalmente no terreno da paz, no terreno do civismo e no terreno da dignidade”, declarou o presidente regional catalão ante deputados e prefeitos separatistas reunidos no Parlamento.
Já o premiê espanhol, Mariano Rajoy, reagiu pelo Twitter, pedindo “tranquilidade a todos os espanhois”. “O Estado de direito restaurará a legalidade na Catalunha”, escreveu. A expectativa é de que o Conselho de Ministros da Espanha se reúna ainda hoje para determinar a aplicação do artigo 155.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *